Se o consumo desregrado de açúcar pode causar malefícios ao ser humano, o mesmo ocorre com os cães, como explica o médico veterinário da Naturalis (Total Alimentos), Marcello Machado “O açúcar pode trazer inúmeros problemas, principalmente obesidade e a rejeição futura de alimentos adequados para a saúde do animal”. Segundo o veterinário, os tutores não devem oferecer doces em barras, sejam caseiros ou industrializados, e, principalmente, chocolates! “O chocolate é tóxico para cães e também gatos. A substância chamada teobromina, presente no cacau, pode causar intoxicações, vômitos e diarreia”, afirma.

Sabor doce
Mas os cães podem consumir doce? Sim, mas desde que seja de uma fonte natural. “Se o tutor pretende oferecer sabores adocicados para os cães, pode optar por frutas, como mamão e maçã, e vegetais como, cenoura e batata-doce. Esses ingredientes, inclusive, já fazem parte da composição de algumas rações, que já contêm a quantidade balanceada desses ingredientes”

Paladar dos cães
Não se engane, os cães possuem menos papilas gustativas do que ser humano. Então, seu melhor amigo, não sente com tanta intensidade os sabores “O homem tem 9 mil papilas gustativas, enquanto os cães têm, aproximadamente, 1706 apenas”, finaliza o veterinário.

Dica de alimento:
Naturalis é um alimento 100% natural para cães que possui duas versões: Naturalis com Verduras (cenoura, ervilha e batata-doce) e Naturalis com Frutas (maçã e mamão). É ideal para tutores que querem oferecer uma ração sem corantes e sem conservantes artificiais, e que contenha ingredientes especiais como: aveia, arroz integral e semente de linhaça. Naturalis tem alimentos para filhotes, cães de porte pequeno e médio a grande.